Claves Notariais e Registrais

Consciência do Notário e Consciênscia do Registrador (terceira parte)

Na explanação anterior, iniciamos um conciso exame do conceito de consciência moral indicado por Domingo Basso, conceito que aqui reiteramos: “juízo da razão prática que, partindo dos princípios comuns da ordem moral, decide sobre a moralidade um ato próprio que…

Consciência do Notário e Consciênscia do Registrador (segunda parte)

Ao passo, como ficou visto, que a consciência psicológica é o conhecimento reflexivo −de caráter especulativo− que cada homem tem de si próprio e de seus atos, já a consciência moral é um conhecimento de caráter prático. Mais exatamente, um…

Consciência do Notário e Consciênscia do Registrador (primeira parte)

O termo consciência possui dois modos de significação. Num deles, considera-se a percepção que temos de nossas próprias ações e paixões, vale dizer: percebemos nossas condutas e também aquilo que padecemos ou sofremos. Trata-se aí da consciência psicológica, ou seja,…

Causa (conclusão)

Já referimos, nas exposições anteriores, o conceito de causa e, entre suas divisões possíveis, uma que muito parece importar, entre causas intrínsecas (causa material e causa formal) e causas extrínsecas (causa eficiente e causa final). Agora, sempre de maneira concisa,…

Causa (terceira parte)

Trataremos nesta exposição −ainda relativa ao tema da causa− da divisão que se pode considerar a mais relevante dentre as muitas possíveis classificações do conceito de causa: fala-se, por exemplo, em causa exemplar, causa deficiente, causa direta, causa indireta, causa…